Iniciativa permite a usuários opinarem para aperfeiçoar sistemas judiciais do TRT de Santa Catarina

Modificações no acesso a processos sob segredo de justiça e documentos sigilosos foram primeiras a ser testadas
Um processo interativo que permite ao próprio usuário aperfeiçoar o sistema em que trabalha. Assim pode ser definido o modelo criado pelo TRT de Santa Catarina que permite aos advogados testarem mudanças nos sistemas judiciais do órgão.

O modelo foi utilizado pela primeira vez em junho, e ao que tudo indica foi aprovado. “Essa iniciativa é excelente. Afinal de contas somos nós, advogados, que utilizamos o sistema”, elogia Mirella Caliendo, que participou ativamente dos testes.

Foram testadas as modificações no sistema para adequação às novas regras de acesso a processos sob segredo de justiça e documentos sigilosos. A comissão que testou as alterações é composta por cinco advogados, indicados pela OAB/SC e pela Associação Catarinense dos Advogados Trabalhistas (Acat). E foi das próprias instituições a ideia de testar as modificações, o que foi prontamente aceito pelo Tribunal.

O ambiente de testes é virtual. Os advogados podem trocar informações e interagir com um servidor da Justiça do Trabalho, apontando problemas e sugerindo melhorias. Foram 20 dias de testes, com mais de 30 mensagens trocadas, resultando na homologação do sistema.

Mirela destacou a rapidez com que a equipe do Provi retornava as dúvidas e sugestões. “Acho que tudo isso serve para tornar o processo virtual cada vez mais acessível”, resume a advogada.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do TRT/SC

SIGA-NOS:
Todas as Notícias