Gracio Ricardo Petrone é o novo juiz togado do TRT/SC

O quadro de magistrados de segundo grau do Tribunal Regional do Trabalho catarinense volta a ficar completo com a nomeação do juiz titular da 1ª VT de Tubarão, Gracio Ricardo Barboza Petrone, para o cargo de juiz togado do TRT/SC. O ato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi publicado nesta quarta-feira (14), no Diário Oficial da União. Petrone vai ocupar a vaga deixada pela aposentadoria do juiz Geraldo José Balbinot.

O juiz Gracio foi promovido pelo critério de merecimento, tendo figurado por duas vezes no ano passado nas listas enviadas à Presidência da República. “Eu achava que tinha oportunidade, mas não tinha certeza de que seria nomeado. Fiquei muito contente, principalmente, por ser juiz de carreira”, disse o magistrado, que desde 1995 é convocado para atuar no Tribunal.

A data da posse ainda não está definida, mas deve acontecer no máximo até a primeira semana de fevereiro, uma vez que o prazo para tomar posse é de 30 dias a partir da publicação do ato.

 

Conheça o novo juiz togado

gracio

O novo juiz togado do TRT/SC é natural de Rio Grande (RS). Formado em Direito pela Universidade do Rio Grande do Sul (UFRGS) em 1985, Gracio tomou posse como juiz substituto do TRT/SC em 1989, em Tubarão, sendo promovido em 1992 para atuar como juiz-presidente da Junta de Conciliação e Julgamento (JCJ) de São Miguel do Oeste. Ainda no mesmo ano, presidiu a JCJ de Videira, e ao final de 1992 foi para Criciúma, onde permaneceu até julho de 1993, quando foi para a 1ª VT de Tubarão, onde desde então ocupa a titularidade. Ele possui cursos de especialização em “Teoria e Análise Econômica” e “Dogmática Jurídica”, ambas pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL), e mestrado em “Ciência Jurídica, área de concentração em Fundamentos do Direito Positivo” pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), com diplomação em 2002. Mais recentemente, em 2007, formou-se em Psicologia pela UNISUL.
SIGA-NOS:
Todas as Notícias