Lula sanciona piso salarial mensal de R$ 950,00 para professores

O presidente Luiz Inácio Lu­la da Silva sancionou ontem o projeto de lei que cria o piso nacional do magistério destinado aos professores da educação básica, no valor de R$ 950,00. O ministro da Edu­cação, Fernando Haddad, disse que a sanção do piso é resulta­do de “uma luta” que busca resgatar a “missão histórica“ dos professores. A cerimônia, que foi realizada no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), contou, entre outros, com a presença dos presidentes da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), e do Senado, Garibal­di Alves (PMDB-RN), minis­tros e parlamentares.

Pela lei sancionada, o piso deve estar valendo em todo país até 2010. O valor passa a – Vigorar em janeiro de 2009. Ao longo de mais de um ano os governantes dos Estados e municípios deverão buscar alcançar o valor, que também será ado­tado para o pagamento dos benefícios dos aposentados.

“É um momento muito importante para o Brasil. Eu só tenho a agradecer a luta de to­dos que estão aqui [que resul­taram no projeto que institui o piso]”, declarou Gumercindo Milhomen, que representou os professores na solenidade. “Este é um momento ímpar na história do Brasil. O presidente Lula está fazendo uma revo­lução social no país e hoje sig­nificativamente pela educa­ção”, afirmou o prefeito de Re­cife (PE), João Paulo, da Fren­te Nacional dos Prefeitos.

ADEQUAÇÃO – A Fixação de um piso nacional do magis­tério atenderá cerca de 800 mil professores da educação básica pública. Estados e mu­nicípios terão 18 meses, até 2010, para pagar o valor inte­gral de R$ 950,00, a partir de reajustes anuais.

Fonte: O Sul

SIGA-NOS:
Todas as Notícias